Residências universitárias seguras para todos devido aos pavimentos e aos murais

Residências universitárias seguras para todos devido aos pavimentos e aos murais

Como fornecer uma residência segura para os estudantes? É importante construir ambientes saudáveis onde se zele pela saúde dos utilizadores. O design arquitetónico afeta o bem-estar físico e social dos estudantes. Nomeadamente, existem duas características que se devem ter em conta para escolher pavimentos e lugares seguros para residências universitárias: a higiene e a resistência.

Calypso

  • Materiais muito resistentes, os estudantes não são cuidadosos quando estão de festa.

Residências universitárias seguras para todos face ao Coronavírus

Um fator que se tem tornado em fundamental na altura de habilitar uma residência segura é a higiene. As residências têm tido que se adaptar impondo regras, como limites de visitas externas, distanciamento social e processos de limpeza e desinfeção exaustivos.

É indispensável controlar as vias de transmissão do coronavírus. Os riscos de contaminação estão sempre presentes no ambiente. As zonas onde se deve prestar maior atenção são as superfícies que estão em alto, como os corrimãos, ou as superfícies horizontais como os pavimentos. Portanto, é necessário utilizar superfícies contra o coronavírus que diminuem a proliferação de bactérias e vírus.

Os pavimentos em pvc têm tratamentos especiais que não só resistem melhor os agentes desinfetantes garantindo a máxima higiene, mas também diminuem a quantidade do vírus que cai sobre as superfícies.

Os pavimentos da Gerflor têm tratamentos com propriedades bacteriostáticas e viricidas.

  • Depois de apenas 2 horas, a presença de vírus sobre os pavimentos Gerflor com o tratamento Evercare, Protecsol2 e Protecsol fica reduzida em 99,7%.
  • Depois de apenas 2 horas as proteções de parede SPM reduzem a presença do vírus em 99,9%.

Superfícies resistentes a qualquer uso

Mesmo que as residências universitárias se tornem no lar dos estudantes, muitas vezes eles não são conscientes do uso que fazem das suas instalações. Os mesmos não se preocupam por protegê-las quando fazem festas, cozinham, etc. Por isso, o segundo elemento chave para oferecer uma residência segura é escolher superfícies que resistam o uso que os seus utilizadores lhe dão aos espaços. 

Os pavimentos em pvc com camadas de uso de 0,55 – 0,70 mm são os recomendados para as residências. Estas camadas criam um uso protetor do design impresso que faz com que, mesmo que haja um tráfego elevado ou caiam elementos no chão, os pavimentos não sofram as consequências.

Tipos de pavimentos e os murais

Mural Calypso.

O Taralay Impression da Gerflor não só tem propriedades bacteriostáticas e viricidas devido ao seu tratamento Protecsol, mas também é resistente ao uso devido à sua camada de 0,70 mm.

Para além de proteger os pavimentos, é indispensável escolher revestimentos murais que atuem como barreira protetora dos muros. O Mural Calypso da Gerflor não só tem propriedades que diminuem em 99% a proliferação das bactérias, mas também é impermeável e resistente.

Posts relacionados
Subscreva e fique a par de todas as novidades